Quando começamos um negócio, seja ele grande ou pequeno, é sempre muito difícil e muitas vezes burocrático deixar tudo funcionando. Uma das coisas que mais deixa os empresários de “cabelo em pé” diz respeito à contratação de funcionários.

Muitas empresas não possuem um setor de Gestão de Pessoas ou Recursos Humanos, nem condições de contratar um serviço terceirizado para tal. De fato, no começo, o dono e os gerentes são quem coloca “a mão na massa” em busca do colaborador ideal. Mas essa escolha não é nada simples.

Uma contratação equivocada gera despesas desnecessárias. Se você não pretende perder também o seu tempo em vão, confira as dicas que selecionamos para que você consiga contratar os melhores profissionais para a sua empresa.

Preparando o terreno

Antes de começar um processo seletivo, é valioso compreender que recrutamento está entre uma das atividades mais delicadas destinadas aos empreendedores. Qualquer escolha impensada, apressada ou mal avaliada pode resultar em gastos desnecessários e desgaste até mesmo dos funcionários que já fazem parte da empresa.

Os colaboradores são hoje uma espécie de organismo vivo que se comunica, relaciona, gera ideias e contribui para o crescimento do negócio de forma ativa. Eles não devem ser vistos como recursos da empresa, como acontecia no passado. Agora eles devem ser geridos, para que se tornem parceiros e contribuam diretamente para o crescimento.

Conceitos entendidos, é hora de anotar os principais pontos que podem te ajudar a contratar excelentes funcionários:

1-  Defina o perfil do colaborador que você precisa

O primeiro passo para realizar um bom processo seletivo e contratar os melhores profissionais é ter bem definido o perfil almejado. Qual o nível de escolaridade necessário? Em qual curso? São necessárias especializações? Quais as habilidades que o profissional precisa ter? Experiência é fundamental? Em quê?

Todas estas questões serão mais facilmente respondidas após definidas as atividades que serão desenvolvidas pelo profissional. Isso também o auxiliará a definir os locais onde a vaga será divulgada, bem como as necessidades do processo seletivo.

2 – Planeje o processo seletivo

Independentemente de você não contar com um setor ou empresa especializada em treinamento, o processo seletivo precisa ser estruturado. Isso interfere diretamente na percepção dos candidatos em relação à seriedade e compromisso de sua empresa.

Quantas fases serão necessárias? Quais as perguntas serão realizadas aos candidatos? Quem os entrevistará além de você: algum gestor? Serão necessários testes? É necessário ter este processo bem estruturado para poupar o seu tempo e ser mais acertivo na contratação.

3 – Divulgação é a alma do negócio

Se você não divulgar bem a vaga disponível, restringirá a quantidade de candidatos – o que pode ocasionar a necessidade de um novo processo, mais tempo e, dependendo da situação, até mesmo investimento.

Pesquise os sites de recrutamento – gerais e específicos -,  grupos no Facebook direcionados aos profissionais que você busca ou ao setor de atuação, peça indicação dos funcionários, informe para a sua rede de relacionamento. Quanto mais pessoas souberem da sua vaga, maiores serão as possibilidades de recrutamento.

4 – Não acredite 100% nos currículos

O mau hábito de valorizar as qualidades e, de certa forma, “inventar” capacidades que não existem é mais comum do que se pensa. Muita gente tenta camuflar a falta de experiência, ou a falta de qualificação descrevendo aptidões que não possuem e até mesmo cursos que não fizeram. Portanto, ficar atento na hora da entrevista (do “cara a cara”) é fundamental para que você possa investigar de perto a veracidade das informações que o candidato forneceu. Se mesmo assim a dúvida persistir, não hesite em contatar antigos gestores dos candidatos para mais detalhes sobre performance e validação dos dados do currículo.

5 – Valorize a facilidade de adaptação e trabalho em equipe

Por outro lado, o entrevistado pode não ter um currículo exemplar, mas tem perfil de liderança, habilidades de comunicação e facilidade de se relacionar em equipe, de trabalhar com metas. Essas características são valiosas para qualquer negócio. Um funcionário com esse perfil pode aprender a função com facilidade e colaborar para um clima agradável de convivência interna.

6 – Fique atento à capacidade nata de empreender internamente

Empreendedor não é somente aquele que tem um negócio próprio, ele pode ser aquele que gosta de dar ideias inovadoras, de gerir processos em experimentação, de acompanhar e avaliar resultados. É  tipo de pessoa que se empenha quando acredita num projeto, que se esforça para alcançar novos patamares. Esse perfil é muito desejado em qualquer tipo de função.

7 – Qualificação nunca é demais

A qualificação profissional não pode ser esquecida. É sempre bom poder contar com ajuda de alguém que fez cursos diversificados, que tenha habilidades em outra língua e que contemple uma formação abrangente. Um funcionário bem qualificado é mais seguro e pode ser experimentado em diversos setores.

8 – Equilíbrio emocional

O mundo está cada vez mais agitado, as coisas mudam rapidamente e a pressão do dia a dia pode se transformar em um fator desgastante. Portanto, averiguar se o candidato possui tendência a ser equilibrado e ponderado emocionalmente ajuda muito! Momentos de crise ou muito estresse dentro de uma empresa são comuns, e é sempre bom ter por perto pessoas que saibam lidar com isso.

Essas 8 dicas parecem simples, mas auxiliam muito a nortear o seu processo seletivo. Aliás, todo recrutamento nos dias de hoje deve ser baseado em fatores que avaliem tanto a personalidade do candidato, quanto suas qualificações para o cargo. Ser uma pessoa com visão inovadora, conectada e bem informada pode valer muito mais do que carregar um diploma de pós-graduação, em alguns casos.

Pense nisso na hora das entrevistas e aproveite o momento para conhecer realmente a pessoa que está a sua frente. Assim você fica livre de surpresas desagradáveis e acerte em cheio na escolha!

Precisa de ajuda no processo de contratação de funcionários? Preparamos o ebook “Domine a (chata) burocracia na contratação de funcionários” com dicas para você! Depois de baixar, não se esqueça de deixar seus comentários.

Tem alguma dúvida e gostaria de nos perguntar? Entre em contato com a Syhus. Nós também oferecemos  um tira-dúvidas gratuito. 

Abraço,

Cristiano Freitas Equipe Syhus!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Comentários