Como você já deve saber, abrir um e-commerce exige muito planejamento e pesquisas nas mais diversas áreas. Mas apesar dos esforços evidentes, no final do projeto, todo cansaço vale a pena. Isso porque de acordo com o relatório WebShoppers, divulgado semestralmente pela empresa E-bit, o comércio eletrônico apresenta um crescimento duas vezes maior que o do varejo tradicional. Essa realidade dificilmente irá mudar, pois os consumidores já sabem que o e-commerce oferece facilidades que eles não encontram em lojas físicas. Se você está pensando em ter sua própria loja online, separamos 5 dicas essenciais para todo lojista virtual.

  1. Faça uma pesquisa de mercado

Parece óbvio, mas para algumas pessoas a importância dessa etapa ainda não está clara. Antes de investir seu tempo e dinheiro em um novo negócio, é preciso fazer uma pesquisa de mercado. Ela trará informações importantes sobre o segmento em que você atua ou pretende atuar. Lembre-se de que conhecer seu público-alvo, produtos, concorrentes e fornecedores é essencial para o sucesso de qualquer negócio – virtual ou não.

Tenha em mente que informação é poder, por isso, estudar o comércio eletrônico também é uma dica bem valiosa. Assista palestras, matricule-se em algum curso, leia blogs relacionados ao assunto ou converse com pessoas que já tenham experiência com lojas virtuais. O importante é entender as características do mercado em que você estará inserido.

  1. Tenha uma loja acessível

Quando acessa sua loja, o cliente deve conseguir entender e utilizar todos os recursos sem problemas. Ele não pode se sentir perdido ou hesitar em clicar, pois isso pode fazer com que desista da compra. O processo de navegação deve ser o mais natural possível, mas sempre com o objetivo de fazer o consumidor finalizar a o pedido. Por isso, um bom design torna-se fundamental, mas ele sempre deve vir acompanhado de organização e objetividade em cada detalhe. Uma ótima maneira de tornar o processo de compra mais fácil, é organizar seus produtos por categorias e fazer descrições claras e precisas.

  1. Preze pelo bom atendimento

Com o mercado cada vez mais competitivo, prestar um bom atendimento é de extrema importância. Coloque-se no lugar de seu cliente e pense em como gostaria de ser tratado. Deixe telefones e e-mails em locais visíveis e não dificulte a comunicação entre as duas partes. Seja atencioso e principalmente, mostre-se sempre educado e disposto a resolver possíveis problemas. Lembre-se de que todo mundo gosta de se sentir importante – ações pequenas podem trazer grandes resultados.

  1. Tenha uma estratégia de marketing digital

Depois de colocar a loja no ar, é hora de definir uma estratégia de marketing digital. Em tempos de hiperconectividade, é imprescindível marcar presença em redes sociais, como Twitter, Instagram e Facebook. Além disso, outra ideia interessante é criar um blog para falar sobre assuntos relevantes para o seu público-alvo. Essa prática vem sendo utilizada por muitas empresas e costuma trazer resultados significativos. No mais, utilize sua criatividade para interagir com seus clientes, criar promoções e esclarecer dúvidas, ao mesmo tempo em que divulga sua marca.

  1. Mantenha-se atualizado

Você irá trabalhar com tecnologia, isso quer dizer que o mercado se atualizará constantemente e você deverá estar atento para não ficar para trás. O cliente está sempre procurando por novidades, então busque novos produtos, troque banners regularmente ou envie lançamentos por e-mail. Uma loja que nunca é atualizada, perde credibilidade e é automaticamente deixada de lado.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis e te ajudem na missão de criar uma loja virtual. Se ainda não sabe por onde começar, conheça o Signashop, uma plataforma de e-commerce com todos os recursos para que você comece seu próprio negócio. Clique aqui e saiba um pouco mais sobre esse serviço.

*Artigo escrito por Carolina Ignaczuk, da empresa Signativa.

Para saber mais sobre Ecommerce, baixe gratuitamente o Ebook Os principais desafios de um Ecommerce.

 

Comentários