Startups, assim como qualquer tipo de negócio que se desenvolve e alcança bons rendimentos, necessitam de um cuidado redobrado em relação aos seus diversos aspectos de funcionamento, entre eles aqueles relacionados a contabilidade.

Muitos empreendedores consideram os aspectos fiscais, contábeis e tributários de um negócio o calcanhar de aquiles, mas a verdade é que a função de manter uma contabilidade em dia vai além de processos burocráticos e obrigatórios, se torna uma importante ferramenta de gestão e definição de estratégia em curto, médio e longo prazo.

E para startups não é diferente. Por ser um modelo de negócio ainda pouco conhecido, há muitos problemas na hora de organizar as contas da empresa, até porque, o tipo de atividade que é desempenhada foge do conhecimento específico. Mas não tem saída, manter uma contabilidade em dia é a saída para se livrar de dores de cabeça e, principalmente, prestar contas ao Fisco.

Vejamos algumas peculiaridades da Contabilidade para startups que não devem ficar fora. Fique de olho!

Adequação tributária

Uma das grandes dificuldades de muitas startups e inúmeras outras empresas é lidar com a contabilidade, que nem sempre é tão simples como aparenta ser. Os novos modelos de negócio possuem características diferentes de companhias tradicionais, além disso são informais e bastante escaláveis, ou seja, podem alcançar elevados resultados em pouco tempo. Mas apesar disso, ainda são empresas e, como qualquer tipo de negócio, devem se preocupar em manter uma contabilidade em dia.

Para complicar ainda mais modelos muito inovadores de negócio não possuem uma legislação específica o que pode acabar se transformando numa boa isca para cair na informalidade.

Aderir a uma contabilidade especializada é a peça-chave para toda startup atuar dentro da legalidade desde a sua criação. Muitas empresas deste segmento, por se tratar de projetos inovadores, começam informalmente com o objetivo de testar o produto e/ou serviço oferecido, já que o início é sempre um desafio e cheio de incertezas. Contudo, ao validarem a ideia e constatarem que realmente tem demanda de mercado, muitas startups abrem uma página na internet e iniciam as vendas sem, necessariamente, abrir uma empresa.

Mas nos últimos anos as startups estão amadurecendo a ideia de já iniciar um negócio formalizadas e registram a empresa antes mesmo da validação da ideia. Além das facilidades de se abrir uma empresa atualmente, estes novos segmentos de mercado precisam estar formalizadas para buscar investimentos.

Com o acompanhamento de uma contabilidade especializada é possível escolher a melhor opção de formalização e estar legalmente autorizar a realizar seus negócios. Muito além disso, empresas que decidem não se formalizar ou optam por serviços contábeis que não possuem conhecimento específico no segmento de startups, podem perder ótimas oportunidades de serem inseridas em programas de incentivo que exigem a legalização.

Fique atento:

  • Vai ter sócios? Formalize um contrato social todos os direitos, obrigações e deveres de cada um – a disputa por interesses particulares é o motivo de fracasso de muitas startups;
  • Pensou numa marca? Registre-a. Muitas startups, mesmo após construírem todo o processo de branding, deixam de atuar pelo simples fato de não terem registrado a marca;
  • Vai precisar de funcionários? Fique atento às obrigações trabalhistas;
  • Tributos a pagar? Realize um bom planejamento tributário. Regime tributário inadequado, descumprimento de obrigações tributárias e tantas outras questões inviabilizam muitas startups de funcionarem e continuarem crescendo;
  • Pensou no seu cliente? Atente-se aos direitos do consumidor a todas as questões que podem gerar sérias complicações a imagem da sua empresa.

Aporte de investimentos

Não apenas para startups, mas para toda empresa nos seus mais diversos portes e segmentos, a contabilidade passa a ser utilizada como uma importante ferramenta estratégica.

Por muitos anos a figura do contador foi apenas de mero pagador de impostos e receptor de documentos. Atualmente o perfil do profissional contábil tem se alterado e empresas tem encontrado no conhecimento deste profissional as melhores oportunidades de negócio, de investimentos que podem gerar lucros, indicar estratégias de melhor desempenho, subsidiar o processo de tomada de decisão com base em relatórios financeiros e contábeis e tantos outros instrumentos que fornecem informações de alto valor agregado.

O contador é um instrumento de respostas a problemas reais para todo tipo de negócio, especialmente startups.

Várias startups, por possuírem ideias inovadores e de grande impacto no mercado, acabam recebendo aportes de recursos de dentro e fora do país e, tal fato, acaba exigindo muito mais controle do que qualquer outro tipo de investimento.

Em se tratando de um ambiente de incertezas, empreendedores que trabalham com modelos de negócio inovadores precisam estar conscientes que tudo pode dar muito certo, mas tudo pode dar muito errado, principalmente quando se trabalha com altos investimentos. Por isso, dar atenção à contabilidade da empresa é extremamente importante.

É através de uma contabilidade especializada que o empreendedor poderá monitorar seus dados e avaliar, por exemplo, se as receitas estão abaixo do esperado ou mesmo se os custos e despesas estão acima das estimativas.

Além dos aspectos contábeis, a contabilidade irá realizar uma análise financeira aprofundada oferecendo informações para conhecer importantes índices do negócio, como: inadimplência, faturamento, custos, rentabilidade, lucratividade e tantos outros dados financeiros.

Vale destacar que para realmente conhecer a real situação financeira de um negócio é de extrema importância ter em mãos algumas demonstrações financeiras, dentre elas o balanço patrimonial, demonstrativo de fluxo de caixa, demonstrativo do resultado do exercício e demais demonstrações que possam subsidiar a tomada de decisão com base na situação econômica-financeira da empresa.

Riscos em contratar uma contabilidade não especializada

Na busca por reduzir custos ou mesmo contratar profissionais com mão de obra mais barata no mercado muitas startups acabam entregando a contabilidade da empresa a ‘qualquer tipo de profissional’. O melhor profissional não é aquele, necessariamente, que cobra mais caro pelos seus serviços, mas que conhece as características e peculiaridades do negócio e sabe identificar as necessidades e obstáculos para seu crescimento.

Entre os principais riscos estão:

  • Erros graves com declarações fiscais fraudulentas ou com erros;
  • Escolha inadequada do regime de tributação, o que gera custos desnecessários. Ou seja, como as alíquotas dos tributos variam de acordo com o tipo, personalidade jurídica e localização da empresa pode acabar gerando gastos a mais com tributos e contribuições;
  • Falta de conhecimento e instrumentos que possam subsidiar o processo de tomada de decisão. Ou seja, inexistência de demonstrativos que possam mensurar a volatilidade das receitas, custos fixos e custos variáveis, o que inviabiliza conhecer quais as melhores opções de retorno e onde estão correndo os gastos mais significativos;
  • Problemas na auditoria e inviabilidade em receber investimentos.

A Syhus é o primeiro escritório de contabilidade do país especializado em Startups e tem como cliente empresas como Rock Content, Sympla, Méliuz, Hotmart, Easy Carros e muitas outras. Se você quiser conhece melhor nosso trabalho e como podemos ajudar sua empresa, mande um email para cristiano@syhus.com.br

Comentários