Começar o seu próprio negócio e se ser o seu próprio chefe pode parecer ótimo na teoria, mas pode não ser a opção mais realista para todos. Saber qual é o melhor momento de seguir o próprio caminho pode ser uma das decisões mais difíceis de serem feitas.

Porém, dependendo do caso, uma mudança de ares é necessária, principalmente àqueles que estão muito acomodados com a rotina estabelecida há muito tempo. O tempo que você passou na sua empresa atual, por exemplo, pode ser um fator decisivo nisso.

Porém, devemos dizer que ser o próprio chefe tem seus benefícios, mas também tem os pontos negativos, como tudo na vida. E são esses pontos negativos fazem com que os profissionais coloquem o pé no chão.

Sendo assim, para saber se você está pronto para enfrentar a carreira de empreendedor, confira se você atende a esses critérios?

Você não precisa de um motorista, você consegue guiar a sua rotina de trabalho

Se você passou a vida inteira trabalhando das 8h às 18h, escolher o próprio horário pode parecer uma boa opção, já que isso te oferece a flexibilidade que você precisa.

Trabalhar sozinho, da sua casa, é uma experiência bem diferente de responder a alguém dentro de um escritório. Esse sistema home office pode gerar muita pressão e até ser solitário para alguns.

Porém, se você for autossuficiente, mas sabe qual é a hora de desligar, essa é uma ótima opção de trabalho para você.

Você conhece o seu nicho

Ter interesse e – mais importante – ter habilidades em uma área específica pode te dar uma vantagem competitiva.

Pesquisas realizadas pela Hinge Marketing mostram que firmas com um nicho determinado saem na frente daquelas que têm uma prática não especializada. Tanto é que 35% dos clientes afirmaram que o expertise de uma empresa é um fator decisivo quando eles precisam fazer uma escolha. Esse fator ficou bem à frente da experiência do consumidor, da reputação da empresa e das referências.

Não é só pelo dinheiro

Se você está lendo esse texto, é provável que você atingiu um nível na sua vida no qual uma mudança de ares seria o ideal; mas o mais importante: você provavelmente tem um fluxo de caixa adequado para fazer isso.

Contadores experientes em comandar uma empresa recomendam que, antes de tomar essa decisão, o ideal é ter pelo menos um ano de contas pagas em caixa, já que pode demorar para você conseguir adquirir lucro.

Esses especialistas explicam que os custos de iniciar uma empresa são baixos. O problema é conseguir mantê-la no dia-a-dia. E é aí que os empresários iniciantes têm dificuldades.

Se certificar de que você tem um fluxo de caixa bom para manter um padrão de exercício é algo importante a se pensar. Ou talvez adquirir um pequeno empréstimo pode ser outra saída. De qualquer maneira, planejamento e preparação vai te levar longe nessa empreitada.

Outra boa dica para antes de você partir em “carreira solo” no mundo empresarial, é separar alguns minutos para refletir e entender o seu propósito em alcançar esse objetivo. Determine se ser um empreendedor é algo que você realmente quer explorar, ou se é apenas uma maneira de expressar o seu descontentamento com o emprego formal. Se o seu caso for a última opção, talvez a melhor escolha seja mudar de emprego e de cenário.

Comentários