Como abrir uma empresa – 3 passos fundamentais

Abrir uma empresa é extremamente desafiador. É por isso que algumas empresas acabam entrando em armadilhas ao longo do caminho. Veja no post como abrir uma empresa e iniciar sua caminhada como um grande empreendedor.

Tudo começa no planejamento

Antes de pensar na parte legal de abrir uma empresa é fundamental que você tenha um planejamento consistente. Muitos negócios fracassam porque ignoram esta primeira parte. A decisão do ramo de atuação, porte e investimento que sua empresa vai receber deve ser resultado de estudo e deliberação.

Você deve fazer um levantamento de quais são seus principais concorrentes, o seu público-alvo, quantos funcionários necessitará e quanto vai precisar de financiamento. Também nesta etapa você vai ponderar se vale a pena buscar um sócio ou se começará sozinho na sua empreitada.

Lembre-se: por mais clara que esteja a ideia do negócio na sua cabeça, não pule a fase do planejamento. Antes de pensar em como abrir sua empresa propriamente dita, entenda exatamente de onde você vai sair e para onde quer ir no curto, médio e longo prazos. Reúna sempre o máximo de informações que puder sobre o seu negócio e você conseguirá evitar muitos problemas futuros.

Documentos para abrir empresa

A empresa deve ser registrada na Junta Comercial ou no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica. Os procedimentos para o registro incluem o preenchimento de uma série de formulários e a anexação de documentos, que variam um pouco de estado para estado.

O contrato social é, talvez, o mais importante destes documentos. Nele deve estar descrito o objetivo da empresa, os interesses das partes e a descrição do aspecto societário e a maneira de integralização das cotas. Há a exigência do visto de um advogado para que o contrato social seja válido, obrigação da qual as micro empresas e empresas de pequeno porte são dispensadas por lei.

Na hora do registro, será feita uma pesquisa para saber se já existe algum registro de empresa com o mesmo nome. Além da entrega de uma série de documentos pessoais dos sócios, há a necessidade de preenchimento do Requerimento Padrão, da Ficha de Cadastro Nacional (FCN) e o pagamento de algumas taxas através do DARF.

Uma vez completada esta etapa você terá em mãos um Número de Identicação do Registro da Empresa (NIRE) e o número do seu CNPJ, felizmente esse processo hoje é sincronizado, o que ajuda muito os empreendedores e reduz o tempo de abertura de empresa.

Últimas questões burocráticas

Para começar a funcionar a empresa precisará receber da Prefeitura um alvará de funcionamento. Para conseguí-lo você precisará do número do CNPJ, da consulta prévia no endereço solicitado, além do preenchimento de formulários e a inclusão de documentos que variam de município para município. Em alguns casos também será necessário um laudo dos órgãos de vistoria, quando a atividade incluir, por exemplo, alguma ameaça de dano ambiental.

Serão necessários, ainda, a Inscrição Estadual, para as obrigações tributárias no seu estado, e o cadastro dos funcionários no Cadastro da Previdência Social. Por fim, você precisará autorização para notas fiscais e autenticação dos livros fiscais, o que é feito na Prefeitura do seu município, ou no Estado, caso seja uma empresa comercial e realize vendas de produtos.

Uma vez que todas essas etapas estiverem cumpridas, você já poderá iniciar sua difícil – mas muito gratificante – caminhada de empresário. Boa sorte!

Se você tiver dúvidas sobre como abrir sua empresa ou outras questões contábeis/societárias, nós criamos um espaço de tira dúvidas gratuito. Faça sua pergunta aqui.

Cristiano Freitas
Equipe Syhus

 [contact-form-7 id=”2965″ title=”coletor-fim-post”]

Comentários

Compartilhe esse conteúdo

Artigos Relacionados

Artigos mais recentes

A contabilidade ideal para a sua empresa

Fale hoje com a Syhus!

Converse com quem realmente entende as necessidades e dores das startups e
empresas de tecnologia.