Quando ingressamos no mercado de trabalho, começam a surgir as incertezas e também as ambições. É uma decisão difícil escolher em qual empresa buscar oportunidades, afinal é preciso encontrar um meio que proporcione ganhos financeiros, desenvolvimento, qualidade de vida e crescimento. Por estes e outros motivos, os profissionais buscam por empresas que ofereçam plano de carreira, e as empresas devem ter um planejamento adequado para deixar claro o que os funcionários podem esperar, essa comunicação deve ser realizada inclusive no momento da contratação de funcionários novos. Nesse post esclarecemos os principais pontos sobre o plano de carreira para você aplicá-lo já na sua empresa!

Definindo plano de carreira

O plano de carreira é uma ferramenta de desenvolvimento humano que alinha através de conversas entre gestor e funcionário as metas e objetivos que proporcionarão desenvolvimento das habilidades e competências de acordo com as necessidades da empresa.

No momento da contratação do funcionário, é importante mostrar o plano de carreira para que ele saiba desde o início o que pode esperar a respeito de seu desenvolvimento profissional.

Plano de carreira e o desenvolvimento profissional

Um plano de carreira eficiente tem como base outras ferramentas de desenvolvimento humano, como por exemplo o plano de sucessão. É importante que as competências evidenciadas nos funcionários estejam alinhadas com as competências técnicas, humanas e estratégias requeridas pela empresa de acordo com o perfil organizacional.

O plano de carreira deve traçar quais as metas o funcionário deve atingir para conseguir crescer e se desenvolver — o alvo normalmente é alcançar cargos superiores ao seu. Estes cargos devem existir na empresa e a área de Recursos Humanos ou um serviço contábil pode auxiliar com este processo. Por meio do plano de carreira, o funcionário pode conseguir promoções, transferências, etc.

Como elaborar um plano de carreira

Para estruturação de um bom plano de carreira, é importante saber bem o que os funcionários podem esperar da empresa, e é de igual importância que eles saibam claramente quais expectativas de crescimento poderão ser atendidas.

As habilidades dos funcionários precisam ser identificadas de modo a orientá-los, de acordo com as metas a alcançar, sobre os pontos que precisam ser desenvolvidos. Um plano de carreira bem conduzido gera muitos benefícios para o funcionário, que percebe seu valor e as oportunidades na empresa, e também para a empresa, que ganha produtividade e melhoria do clima organizacional com a motivação dos seus funcionários.

Quando elaborar, envolvimento do RH e benefícios

O plano de carreira deve ser implantado quando a empresa estiver em crescimento, quando houver necessidade de motivar os funcionários através de desenvolvimento, para que a empresa possa ter uma gestão adequada de seus profissionais.

O RH da empresa deve estar preparado para gerir um bom plano de carreira, pois para utilizar esta ferramenta, é necessário mapeamento de perfis, identificação de habilidades e competências e levantamento da necessidade de treinamento para alcance das metas pré-estabelecidas.

Podemos citar como principais benefícios de um plano de carreira o autoconhecimento, a retenção de talentos, a redução de custos com contratação de novos funcionários, a diminuição da rotatividade, o aumento da motivação e engajamento, e profissionais mais capacitados com consequente aumento da produtividade.

O engajamento do pessoal e a gestão estratégica

Enxergando as oportunidades de desenvolvimento dentro da empresa, os funcionários ficarão mais motivados e contribuirão de forma mais produtiva com a empresa, que, por sua vez, terá maior facilidade em fazer uma gestão estratégica. A recompensa de investir do crescimento profissional de seus funcionários é certa. E além da motivação dos funcionários, através do plano de carreira, a empresa prepara sucessores para posições estratégicas e se torna mais competitiva frente ao mercado.

As promoções na gestão de crescimento profissional

Durante o processo de crescimento profissional, as promoções devem ser tratadas de forma delicada e o mais transparente possível. A empresa deve considerar os cargos que constam no plano de cargos e salários da empresa, bem como os salários pertinentes. As promoções devem ser feitas através de critérios claros para que não haja conflito entre os funcionários, e por fim, o funcionário promovido deve ter ciência dos novos desafios bem como estar preparado para o cargo que irá assumir.

A sua empresa possui um bom plano de carreira? Se não, agora que você já conhece mais sobre essa ferramenta estratégica que pode auxiliar no desenvolvimento da sua equipe, que tal correr para obter vantagens competitivas? Quer ajuda? A Syhus pode auxiliar com serviço profissional no assunto!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

 

Comentários