Como empregado, é fácil enxergar os empresários como mestres e donos do mundo. Ser dono de uma empresa pode parecer instigante dessa perspectiva, mas viver a vida de um empreendedor é menos glamoroso do que as pessoas pensam. Para comprovar isso, é só olhar o calendário de qualquer empresário e você vai ficar chocado com o volume de afazeres. Muitas reuniões e tarefas variadas que até parece um milagre eles conseguirem dormir.

Você provavelmente já sabe disso se estiver pronto para deixar a vida de empregado e se tornar um empresário. Agora, é só tentar se acostumar com a velocidade da vida de um dono de empresas. Ela pode ter suas vantagens, mas junto com elas, existem muitos desafios.

1. Pense em objetivos de curto e longo prazos

Se você foi empregado por muito tempo, podemos te garantir que se tornar um empresário será uma experiência bem diferente de tudo o que você conhece. É provável que o seu objetivo, em toda a sua carreira, tenha sido lidar com problemas imediatos, ou no máximo de curto prazo.

Porém, como empresário, você não poderá apenas focar em soluções imediatas. Se você continuar com essa visão, pode correr o risco de perder a sua vantagem competitiva e estagnar devido à falta de visão para o futuro.

Para fugir disso, a ideia é começar a considerar qual será a forma de suas ações (e das ações de seus concorrentes) dentro do mercado nos próximos meses. Eventualmente, você vai começar a pensar em como as decisões tomadas hoje vão afetar a indústria daqui a alguns anos.

É claro que esse pensamento pode não vir naturalmente no início. Mas felizmente, uma vez que você entende que deve analisar o negócio assim, será difícil pensar no empreendedorismo de outra maneira. Com o tempo, a sua mente empreendedora vai identificar potenciais problemas sem muito esforço. Com a experiência fica mais fácil desenvolver um bom senso de potenciais oportunidades para a sua empresa.

2. Não tenha medo de ir contra as regras

A vida de um típico funcionário é construída através de alguns princípios básicos. Um dos princípios mais universais é o “quebre as regras e você será despedido”. E convenhamos… Esse princípio faz sentido. Afinal, os executivos estabelecem metas a uma empresa e qualquer funcionário que não trabalhar de acordo com essas regras está atrapalhando o progresso.

Ao exercer a função de CEO, o seu trabalho será encontrar maneiras novas e rentáveis de quebrar as regras. Quando digo “regras”, quero dizer a maneira tradicional de fazer as coisas. É muito importante que você abandone o conhecimento tradicional e entenda a nova perspectiva.

Inovação é o segredo do sucesso (principalmente se você comanda um pequeno negócio). Por isso, se você procura ser um empreendedor espetacular, a melhor aposta é saber como desafiar as ideias tradicionais.

3. Aceite que será um trabalho ininterrupto

Lembra que eu mencionei no início do blogpost que o cronograma de um empreendedor pode ser bem apertado? Bem… Isso é algo que você deve se acostumar como dono de empresa.

Trabalhar das 8h às 18h pode ser difícil, mas pelo menos você tem a vantagem de saber os seus horários e se planejar. Geralmente, você sabe o que vai fazer assim que sair do escritório. Para um empreendedor, não há tempo de folga. Com um planejamento que está em constante mudança, é difícil para um dono de empresa estabelecer uma rotina.

Além do trabalho nas horas mais imprevisíveis, você, como novo empreendedor, vai precisar manter-se atualizado com as novidades do seu mercado e com o que os seus concorrentes estão fazendo.

Sendo assim, o melhor que se tem para fazer é não resistir a esse estilo de vida. Ao invés disso, aprenda a aceitar que essa vida agitada será a sua agora. Depois de você aceitar isso, lute para encontrar um tempo com a sua família e amigos. Afinal, o dono de empresa bem sucedido aceita suas limitações e faz com que a vida pessoal tenha espaço em meio aos compromissos profissionais.

4. Foque no progresso

Ser um funcionário significa que alguém te contratou por suas habilidades específicas. Idealmente, você era a perfeita escolha para exercer aquele papel na empresa em que você trabalhava. Como um dono de empresa, no entanto, uma das piores coisas que você pode fazer é esperar perfeição de si mesmo.

Afinal, você sempre vai cometer algum erro. Não há treinamento para o empreendedor que precisa executar e aprender algo. Por isso, ao invés de se martirizar toda vez que você cometer alguma falha, use esses erros para aprender algo novo. E o mais importante: tenha em mente todos os dias que é necessário crescer, como pessoa e como empresa.

E qual é a melhor maneira de fazer isso? A melhor maneira é se acostumar com o desconforto.

Quando você não tem certeza sobre algo, é quando você aprende mais. E essa experiência de aprendizado te ajuda a construir a próxima ideia brilhante para o seu processo empresarial.

5. Simplifique a sua vida

Até agora nós vimos os aspectos mais interessantes da transição da vida de funcionário para a de empresário. Agora, vamos explorar o item mais crítico de ser um empreendedor: aprender a simplificar a sua vida.

Se você não ser cuidadoso, a profissão “empresário” pode consumir cada momento da sua vida. Sempre vai ter alguém para te pedir algo. Se você não conseguir estabelecer barreiras, você nunca vai ficar tranqüilo. Por isso, o segredo para simplificar a vida é: domine a arte de dizer “não”.

Primeiro, comece a fazer isso dizendo não para possíveis distrações. Se elas não te dão dinheiro, ou felicidade, elas não tem espaço na sua vida. Depois, você vai precisar dizer não para algumas coisas no trabalho.

Honestamente… Seria impossível dizer sim para tudo que te perguntam na vida. Então foque nas suas prioridades. Ao contrário, você vai acabar sendo sugado, desorientado e o seu negócio vai ser prejudicado com isso.

Comentários