É muito importante para quem tem um negócio verificar, de forma objetiva, como está o andamento da empresa. Há várias maneiras de identificar e quantificar o sucesso de um empreendimento. Entre eles, destaca-se a medição dos indicadores financeiros.

Para elucidar essa questão, elaboramos este artigo para abordar o principal objetivo dessa análise e explicar como ela funciona. Falaremos sobre os principais indicadores utilizados para calcular os rendimentos do seu negócio, bem como a importância de acompanhá-los periodicamente.

Se você pretende otimizar os ganhos da empresa, reduzir custos e melhorar seu funcionamento como um todo, continue a leitura!.

Qual é o objetivo dos indicadores financeiros?

Uma boa empresa passa, necessariamente, por uma administração financeira de qualidade. Essa boa gerência de recursos é fator determinante para uma gestão eficaz, pois a alocação eficiente de fundos diminui riscos, aumenta os lucros e dá um horizonte sobre investimentos e perspectivas de crescimento para o futuro.

Dessa forma, é importante que as informações relativas ao aspecto financeiro sejam analisadas de forma clara, objetiva e periódica. Uma maneira de tornar essa medida mais profissional é adotando os indicadores financeiros como instrumentos para análise da realidade financeira da empresa, pois eles funcionam como decodificadores da real situação do negócio, colocando a administração em uma posição favorável de gerenciamento.

Quais são os indicadores financeiros mais importantes?

Agora que já falamos da importância e função dos indicadores financeiros, é importante que você saiba que há diversos deles. Vale ressaltar, também, que o sucesso da averiguação depende de outros fatores, como organização e planejamento do setor financeiro da empresa.

Ticket médio

O ticket médio representa o valor médio de cada cliente ou venda. Quando ele apresenta um alto valor, você consegue, com menos clientes, obter um resultado melhor. Isso acontece porque, para atrair novos interessados no seu produto ou serviço, é necessário investimento, e, mantendo um ticket médio alto e, simultaneamente, clientes satisfeitos, você consegue obter um retorno satisfatório.

Mas, afinal, como realizar o cálculo do ticket médio? É bastante simples, basta fazer a divisão do valor total de vendas sobre o número total de vendas.

Há, também, a possiblidade de calcular o ticket médio de acordo com cada cliente (considerando-o não como um indivíduo, mas como um segmento). Isso possibilita o conhecimento sobre aqueles que são mais rentáveis e que dão maior retorno ao negócio.

Fluxo de caixa

É um dos indicadores mais importantes e, também, um dos mais utilizados. Isso porque um dos principais motivos que levam as empresas a fecharem as portas se deve, entre outros fatores, à má administração e gerenciamento do fluxo de caixa.

Dessa forma, o indicador de fluxo de caixa é uma análise diária sobre resultados da empresa, permitindo fazer projeções e estimativas futuras, além de identificar quais são os melhores dias e os que não são tão bons assim. Isso contribui para um melhor planejamento das ações e organização administrativa.

Custo fixo

É extremamente necessário que se conheça os custos fixos do negócio. Estes custos, como o próprio nome dá a entender, são aqueles que a empresa apresenta de forma fixa. Os melhores exemplos são: aluguel, salário de funcionários, contas de água, luz etc.

Como esses custos são fundamentais para o funcionamento da instituição, eles não variam de acordo com o faturamento. Então, eles devem estar adequados tanto para os períodos de alto rendimento quanto para os períodos de baixo.

Controle orçamentário

O orçamento é um dos principais indicadores da saúde da empresa e, por isso, um dos mais utilizados. Este indicador é usado para prever e estipular as receitas de forma prévia e planejada, baseando-as em dados concretos e não em expectativas intuitivas.

Dessa forma, os recursos são alocados de forma mais objetiva e eficaz, permitindo a realização dos objetivos do negócio. Trata-se de uma ferramenta de gestão, pois necessita de acompanhamento para averiguar o cumprimento de metas, utilização eficiente de recursos e, quando necessário, mudança de atitude para corrigir a rota e redirecioná-la para o objetivo inicial.

Valor da empresa

É importante saber o quanto vale a sua empresa. Entretanto, esta não é uma pergunta fácil de ser respondida, pois o valor não está, necessariamente, nos ativos físicos — como sede, imóveis, automóveis etc. — mas, pode estar na inovação e na qualidade do serviço.

O grande exemplo que podemos dar neste sentido é a Uber, considerada uma gigante dos transportes mesmo sem possuir um único automóvel. Dessa forma, é necessário um trabalho técnico especializado para dimensionar o valor da sua empresa!

Ponto de equilíbrio

O ponto de equilibro nada mais é do que todo o valor que você precisa arrecadar para arcar com as despesas da empresa, como os custos fixos, variáveis e indiretos.

É um excelente indicador para guiá-lo em suas metas de arrecadação, pois cria uma linha de limite mínimo do que você, cada funcionário e a empresa no geral devem produzir.

Resultado líquido

Resultado líquido nada mais é do que o lucro. Há que se ter muita atenção quanto a este item, pois ele pode maquiar a real situação. Nele, não há informação sobre o dinheiro disponível em caixa, os riscos de empreender e os custos de oportunidade sobre o capital gerado.

Geração de caixa

É a etapa final da análise do fluxo de caixa. Serve para identificar quanto sobrou e quanto faltou ao final de cada ciclo analisado. É importante investigar este indicador de forma conjunta a outros, pois um saldo positivo não indica, necessariamente, uma boa saúde do caixa da empresa.

É importante acompanhar os indicadores financeiros com frequência?

Sim. Ao verificar estes indicadores, eles não podem ser esquecidos. Acima de tudo, eles são um instrumento de gestão e, portanto, é necessário acompanhamento. Eventualmente, será necessário, também, refazer e recalcular estes índices, garantindo melhores resultados e correções em alguns aspectos que não estejam indo tão bem.

Sendo assim, analisar a empresa por meio de indicadores financeiros é a forma mais eficaz e profissional de gerenciamento. Essa análise deve ser feita para avaliar tendências e expectativas, viabilizando ou não os objetivos da empresa para os próximos meses ou anos.

Agora que você já sabe quais indicadores financeiros você deve acompanhar, que tal seguir a nossa página no Facebook e receber em seu feed mais textos informativos como este?

Comentários