Você tem uma ideia inovadora e sabe que a melhor forma de colocá-la em prática é abrindo uma startup? Nós estamos com você! No entanto, não podemos deixar de alertar: para que o negócio seja bem sucedido é preciso conhecer todo o cenário no qual será implementado. E a melhor forma de fazer isso é realizar uma boa pesquisa de mercado.

Quando o ambiente com o qual você está lidando é conhecido, fica mais fácil identificar problemas e oportunidades. Assim, é mais fácil compor estratégias certeiras para os negócios. Uma pesquisa eficaz serve como um direcionamento para o empreendedor, otimiza a produtividade e contribui para firmar uma boa relação com clientes e fornecedores.

Saiba mais sobre o assunto neste material que preparamos para você!

O que é e qual a importância da pesquisa de mercado?

Em síntese, essa pesquisa é um recurso eficiente para orientar empresários, administradores ou empreendedores em potencial sobre o cenário do mercado, facilitando a definição de estratégias para o negócio.

Essa ferramenta amplia a visão da empresa porque considera todas as variáveis do mercado que podem impactar nos seus resultados em momentos de criação, inovação, expansão ou até relocalização.

Pesquisa de mercado para startups

As mudanças acontecem rapidamente nesse modelo de negócios, exigindo que os processos de tomada de decisão sejam rápidos e certeiros. Caso isso não seja possível, pode resultar no sucesso ou total fracasso da empresa.

Ao fazer uma boa pesquisa, é possível descobrir como anda o mercado, o que a concorrência está fazendo, saber o que os consumidores desejam e o que os clientes pensam sobre a qualidade dos seus produtos e serviços. Pesquisas de mercado podem ser utilizadas desde a fase inicial da startup, a fim de validar o negócio e o público-alvo.

Para quais objetivos as pesquisas de mercado podem ser realizadas?

A pesquisa de mercado pode ser realizada por qualquer configuração de empresa: multinacionais, PME’s, consultores individuais ou startups. Seja qual for o tamanho da organização, o recurso é capaz de cumprir seu principal objetivo: tomar decisões corretas.

No entanto, o tamanho do negócio e o orçamento disponível influenciam em questões como:

  • o volume das pesquisas que serão realizadas;
  • a complexidade das amostras;
  • a necessidade de especialistas em áreas como estatística ou psicologia.

Dito isso, podemos afirmar que as pesquisas de mercado podem ser utilizadas para cumprir 4 objetivos principais:

  1. Estudar o mercado, identificando o segmento mais lucrativo, novas tendências, produtos e serviços que vêm apresentando melhores performances, capacidade em absorção de quantidade ou volume de negócios pelo mercado e precificação;
  2. Avaliar a estratégia dos concorrentes, observando seus pontos fortes e fracos;
  3. Fazer uma análise de fornecedores, observando o sistema de vendas e distribuição, políticas de preços e cobrança, qualidade dos produtos e serviços. O principal objetivo é permitir que o empreendedor faça uma avaliação comparativa a respeito dos fornecedores em potencial para, a partir de alguns critérios, definir o processo de compra ou a terceirização das atividades;
  4. Caracterizar os clientes no que diz respeito ao potencial do mercado, estilo de vida, características comportamentais, hábitos de consumo, escolaridade e renda, ou seja, em aspectos quantitativos e qualitativos.

Benefícios

Para startups que ainda não saíram do papel ou estão dando os primeiros passos existem diversas vantagens. Veja as duas principais.

fale com um especialista syhusPowered by Rock Convert

Conhecer o público-alvo

Ao criar uma startup, o público-alvo é muitas vezes desconhecido. Ainda mais pelo conceito desse tipo de negócio: por lançar produtos inovadores no mercado, não há um histórico de consumidores que possa ser avaliado.

A pesquisa, então, permite descobrir quais são os clientes em potencial, contribuindo para a definição de estratégias de marketing mais eficientes e adequadas ao negócio.

Testar o conceito da startup

Uma coisa é certa: o mercado de startups é bastante competitivo. Infelizmente, uma das características desse tipo de empresa é ir à falência logo no início de suas operações, pelos mais diversos motivos.

Um deles é muito simples: a ideia ou produto da empresa pode, simplesmente, não funcionar. E descobrir com antecedência se essa ideia é viável, rentável inédita ou simplesmente vendável é questão de agir com inteligência.

Uma pesquisa de mercado voltada para testar o conceito dessa ideia pode evitar o fracasso e garantir alguns insights extras para a melhor condução do negócio.

Quais são os métodos mais indicados para realizar uma pesquisa de mercado?

Não há uma fórmula pronta para realizar uma boa pesquisa de mercado. Em síntese, toda ferramenta que possa captar as informações listadas acima, de maneira ética, pode ser considerada um bom método para realizar pesquisas.

Quando um empreendedor tem interesse em saber como anda o mercado, pode utilizar duas fontes de coleta de dados:

  • primárias, cujas informações serão encontradas por ele mesmo;
  • secundárias, cujos dados já foram coletados, interpretados e divulgados por institutos de pesquisas ou outros órgãos públicos relacionados à área de atuação da empresa.

Assim, as informações podem ser colhidas em visitas à concorrência, por meio da internet e consultando especialistas no assunto ou segmento de negócio.

Mesmo sem uma fórmula mágica, trouxemos uma sugestão. Aprenda agora, em 4 passos, como fazer a sua pesquisa:

  1. Defina o problema da pesquisa, ou seja, aquilo que você quer e precisa saber. Busque sempre considerar a necessidade real da informação, ou seja, os desafios do negócio;
  2. Crie um questionário que as pessoas possam responder de maneira objetiva;
  3. Estabeleça para qual público e como essa pesquisa será aplicada. Pode ser por e-mail, por meio das redes sociais ou até na rua, em frente a uma loja, em uma festa etc. O importante é que tudo seja o mais próximo possível do que você espera para o seu negócio;
  4. Analise os dados da pesquisa, observando os resultados com cautela. Observe se há respostas muito divergentes ou se o perfil do público está muito diferente do que você imaginou, a princípio, para a sua startup. Nesse caso, é preciso acender o alerta: há algo errado com o seu negócio. Busque ajuda de especialistas para não errar!

Não há como negar que a pesquisa de mercado é um exercício básico ao empreendedor, em especial para aquele que valoriza a busca de informações, o comprometimento com o negócio e a persistência para atingir resultados positivos.

Se você gostou deste artigo, siga nossos perfis no Facebook, no LinkedIn e no Instagram para ficar de olho em nossas atualizações!

fale com um especialista syhusPowered by Rock Convert

Comentários