Quem está à frente de uma startup deve saber o que é MVP. Essa é a sigla em inglês cujo significado, no nosso idioma, é Produto Minimamente Viável. Trata-se do lançamento, em um mercado restrito, de uma ideia de produto ou serviço em sua versão mais básica.

Contudo, o MVP representa muito mais do que isso. Ele é parte do planejamento estratégico de uma startup, tipo de empresa que, em geral, é criada em função de um modelo de negócios, serviços ou produtos pouco explorados.

Por isso, fica o convite para você continuar lendo este artigo, feito para você, que está enfrentando o estimulante desafio de começar um negócio inovador. Acompanhe!

Comece definindo o tipo de MVP

Pode até parecer que o MVP seria uma versão baratíssima da sua ideia, mas na verdade ele já é o seu produto/serviço, só que equipado apenas com as funções básicas. Seja como for, a forma de lançá-lo precisa adotar a estratégia certa, dependendo dos objetivos e do seu potencial.

Para ficar mais claro, vamos avançar na definição dos tipos de MVP que as startups usam para lançar suas ideias no mercado.

Protótipo

Como o nome já evidencia, o MVP prototípico serve para testar as funções de um produto. Assim sendo, é indicado para softwares, equipamentos que exijam algum tipo de conhecimento para serem operados ou veículos.

Mágico de Oz

Nesse tipo de Produto Minimamente Viável, o produto ou serviço é operado manualmente enquanto é testado por pessoas selecionadas. Seria algo como um “quem sabe faz ao vivo”, ou seja, testes e ajustes podem ser realizados ao mesmo tempo.

É chamado de Mágico de Oz porque é uma espécie de farsa, em que os clientes não são de verdade, tampouco a solução que estiver em teste. Contudo, seus efeitos são bastante reais e úteis no processo de desenvolvimento e concepção da mercadoria ou serviço.

Concierge

Antes mesmo de saber o que é MVP, é fundamental saber também o que é um bom atendimento, certo? Nesse sentido, o MVP Concierge é útil, já que o foco dos testes é conhecer em profundidade as necessidades dos clientes por meio de um atendimento do tipo concierge de um hotel.

Dessa forma, seu produto/serviço já chega ao mercado pronto e totalmente ajustado às demandas do seu público-alvo/persona.

Fumaça

Seria um tremendo desperdício lançar uma novidade que custou caro para ser desenvolvida e depois descobrir que não tem ninguém interessado porque nunca ouviu falar. Para evitar uma frustração assim, o MVP Fumaça é indicado.

fale com um especialista syhusPowered by Rock Convert

Consiste em lançar uma landing page, na qual sua ideia é anunciada, mas ainda sem abertura para vendas. Você pode, por exemplo, usá-la para coletar e-mails e formar uma lista de pessoas interessadas, assim, quando o lançamento for para valer, você já terá leads prontos para fechar negócio.

MVPs duplos

Já ouviu falar de teste A/B? A ideia do MVP duplo é exatamente a mesma, ou seja, lançar duas versões básicas de um mesmo produto para em seguida saber junto aos clientes qual a mais bem aceita.

Siga os passos antes de lançá-lo

Uma vez que você tenha definido o que é MVP dentro dos perfis que acaba de conhecer, é hora de passar da teoria à prática. Você vai perceber que o processo de lançamento não difere muito do de um produto “normal”. Isso porque, como destacamos antes, o MVP é, de fato, o seu produto, só que mostrado para um público restrito e apenas com as funções mais importantes.

Crie um modelo canvas

O grande obstáculo a se superar antes de lançar algo no mercado é responder às incertezas. Não há como antecipar com total convicção a reação das pessoas à sua marca, por isso, toda startup precisa de respostas baseadas em um modelo tão abrangente quanto possível. No caso, estamos falando do modelo canvas, no qual todos os aspectos relativos ao desenvolvimento da sua empresa e do seu plano de negócios são definidos ao listar:

  • recursos chave;
  • parceiros chave;
  • atividades chave;
  • estrutura de custos;
  • canais;
  • proposta de valor;
  • relacionamento com o cliente;
  • segmentação de clientes;
  • fontes de receitas.

Escolha métricas relevantes

Uma vez que você tenha selecionado o público que terá o privilégio de testar seu produto/serviço inédito, será necessário medir o sucesso. Para isso, você deverá adotar métricas que apontem para eventuais correções a serem feitas ou para manter e até melhorar algo que já esteja agradando.

Perceba que a definição dessas métricas pode partir tanto da sua startup quanto pode surgir depois de o MVP ser submetido às críticas das pessoas. Esteja atento, afinal, todo planejamento pode e deve ser alterado se isso representar uma oportunidade de avanço. Veja alguns exemplos de métricas genéricas que você poderá adotar, adaptáveis conforme o seu MVP:

  • reclamações;
  • pedidos de ajuste;
  • sugestões de funções/recursos;
  • mudanças na embalagem;
  • modificações no peso/textura.

Selecione os meios conforme o seu perfil de MVP

Caso a sua startup atenda ao segmento B2B, um MVP próximo da versão final pode representar um custo muito grande. Por isso, nesse tipo de produto/serviço, o mais indicado é que ele nem seja desenvolvido antes de ser apresentado e de uma pesquisa de mercado que aponte para sua viabilidade.

O mesmo bom senso na hora de escolher os meios de divulgação e de lançamento vale para outros segmentos. É por isso que a estratégia da landing page é tão amplamente usada. Ao divulgar seu MVP apenas pela web, você evita os riscos de uma exposição real precipitada e, ao mesmo tempo, pode formar por antecipação uma base de clientes.

Use os feedbacks para melhoria

Como você deve ter percebido, o MVP é, sobretudo, um meio de coletar feedbacks preciosos para garantir uma inserção bem-sucedida no mercado. Portanto, ao definir seu MVP, você deve estar atento, sobretudo, às reações das pessoas que serão utilizadas como “cobaias”.

É a partir do que elas apontarem que você deverá modificar características, implementar mudanças ou mesmo começar tudo do zero. Afinal, o cliente sempre tem razão!

Você aprendeu neste artigo o que é MVP, como dar início à construção de um Produto Minimamente Viável e algumas estratégias para seu lançamento. Desejamos sucesso na condução dos seus negócios e que seus produtos/serviços tenham ampla aceitação.

Se você teve sucesso com o seu MVP, chegou a hora de dar o próximo passo legalizando a sua startup. Entre em contato conosco, teremos prazer em ajudar sua empresa a decolar! 

fale com um especialista syhusPowered by Rock Convert

Comentários