Fazer um controle adequado e rigoroso das finanças é imprescindível para o bom andamento de qualquer negócio. E uma ferramenta que deve ser utilizada como forte aliada nessa tão importante tarefa é a conciliação bancária, que permite um acompanhamento claro e objetivo de todas as movimentações financeiras do seu empreendimento.  

Quer saber mais sobre o assunto? Elaboramos este post para explicar para você a importância desse processo e indicar as consequências negativas de não fazer a conciliação bancária no fluxo de caixa de uma empresa. Acompanhe a seguir!

A importância da conciliação bancária

A conciliação bancária consiste, basicamente, em um controle interno que garante a apuração exata de toda e qualquer movimentação no fluxo de caixa da sua empresa. Tudo que envolve as finanças, “do alfinete ao foguete”, deve ser minuciosamente detalhado.

E ao contrário do que muitos pensam, esse controle vai além de uma simples tabela comparativa entre extratos e lançamentos. Essa prática, se for bem realizada, permite análises e aprimoramentos que podem melhorar o planejamento financeiro e, consequentemente, a rentabilidade do seu negócio.

O que explicamos acima, por si só, já é motivo suficiente para investir na conciliação bancária. Contudo, há outras razões: com certeza, há situações que você não quer experienciar e que você pode evitar ao se dedicar à realização desse processo. Confira, a seguir.

Impactos negativos de não fazer a conciliação bancária

Divergência entre o saldo bancário e a contabilidade interna

Uma das consequências de não realizar a conciliação bancária é a discrepância entre as finanças reais e aquelas lançadas no controle interno. Seja por apenas um erro no lançamento ou, pior, por fraudes, no qual as consequências podem ser catastróficas.

Isso porque erros dessa natureza podem comprometer não somente o planejamento financeiro como também a credibilidade da sua empresa, já que esses dados podem ser conflitados em auditorias externas e gerar uma grande dor de cabeça. Afinal, como justificar desvios de dinheiro perante o fisco?

Realização de aplicações que comprometem a saúde financeira da empresa

Não é difícil imaginar como a falta de organização pode comprometer as finanças do seu empreendimento, não é mesmo? Afinal, planejamento é tudo no mundo dos negócios.

Se não há um histórico detalhado de tudo o que entra e sai do caixa, realizar uma aplicação qualquer pode apresentar um grande risco para a integridade financeira da companhia.

Quando se trata da saúde financeira do negócio, lembre-se: cada centavo deve ser contabilizado e devidamente registrado.

Perda de investimentos externos

Uma consequência seríssima e muito comprometedora de não realizar a conciliação bancária é a perda de investimentos externos.

Ter sempre à mão — e às claras — todos os documentos que comprovem a transparência financeira da sua empresa manterá os investidores atuais e, é claro, propiciará também a entrada de novas fontes de investimento.

A seriedade e a confiança que você quer passar aos seus clientes e investidores dependem também da eficiência da sua gestão e do rigor no controle das finanças.

Pagamento de multas e/ou outros encargos

É de extrema importância manter um controle assíduo de todas as finanças e considerar a dedução de todos os valores, incluindo aqueles referentes a pacotes de serviços usufruídos, taxas bancárias e juros, por exemplo.

Pode até ser que em um curto prazo você não perceba essa importância ou que ela pareça ínfima na sua contabilidade, mas tudo deve ser computado sempre, centavo por centavo.

Não realizar um controle detalhado e frequente pode levar uma empresa a perder prazos de pagamentos e, consequentemente, ter um prejuízo considerável e inesperado gerado por multas e rescisões.

Depósitos não identificados

É muito importante lembrar da movimentação financeira decorrente de depósitos bancários. Apesar de esse tipo de transação ser bastante comum e fácil de lidar de modo geral, é preciso ter um cuidado especial com essa modalidade de pagamento.

Isso porque os depósitos não são comumente identificados durante o processo de conciliação. Muitas vezes, por uma questão operacional decorrente das divergências entre bancos, esses valores podem demorar a serem compensados e acabam por cair no esquecimento quando o assunto é lançamento e/ou identificação.

Sendo assim, é preciso manter um alto grau de organização e monitoramento de todas as transações realizadas para evitar erros.

Estorno de cheques

O monitoramento e o cuidado com a compensação (ou não) de cheques também é de extrema importância nesse contexto. Assim como ocorre com os depósitos, a identificação desse tipo de transação também pode demorar para ser computada no orçamento da empresa.

Uma das piores gafes cometidas por aqueles que não sabem se organizar e dispensam a conciliação bancária é o estorno de cheques. Imagine esta situação: o responsável pela contabilidade da empresa computa certo pagamento recebido via cheque. Porém, devido a um problema, a empresa não recebe esse valor.

Por mais que o profissional não tenha o prejuízo da prestação do seu serviço e/ou venda, se não for apurada e corrigida tal movimentação bancária nos registros, constará um valor não deduzido nas finanças. Passado algum tempo, como explicar e provar tal situação? O inverso também pode ocorrer.

Motivos para investir em serviços de contabilidade

A conciliação bancária é uma tarefa complexa e que demanda pessoas capacitadas. Portanto, contratar serviços de contabilidade pode ser uma boa ideia para realizar o monitoramento e o controle do fluxo de caixa com maior precisão.

Ao investir na terceirização dos serviços contábeis, você poderá contar com a ajuda de especialistas para manter um registro conciso de todas as informações relacionadas ao seu empreendimento, controlar efetivamente o seu capital total, reduzir despesas, realizar análise de anormalidades e fazer as devidas intervenções.

Dessa forma, é possível evitar os impactos negativos decorrentes de um controle falho das finanças. Além disso, você e sua equipe terão mais tempo para focar em atividades estratégicas para o negócio.

Como você pôde perceber, fazer a conciliação bancária é fundamental para o sucesso de qualquer empresa, e não realizá-la da forma adequada gera diversas consequências negativas que podem comprometer a saúde financeira do empreendimento.

Quer saber como a Syhus pode ajudar na gestão financeira da sua empresa? Entre em contato conosco!

Comentários