A ideia de fazer um diagnóstico sobre o negócio não é novidade, visto que traz informações essenciais para identificar problemas e propor melhorias. Um dos modelos que pode ser utilizado para conduzir esse processo é chamado de análise SWOT.

A avaliação consiste em descrever, de forma detalhada, os prós e contras do negócio, colocando na balança o que há de positivo e quais elementos requerem melhorias. Portanto, decidimos criar um material completo para que você aprenda a realizar essa análise e conheça suas principais vantagens.

Continue lendo para entender mais sobre o tema!

O que é análise SWOT?

A análise SWOT ou a Matriz SWOT é o nome dado para a avaliação dos fatores internos e externos que impactam o mercado ou a empresa. Esse recurso faz parte do planejamento estratégico e é utilizado como fonte de dados sobre o cenário organizacional atual. O acrônimo indica os termos em inglês: Stregths, Weakenesses, Opportunities e Threats.

No Brasil, esse processo recebeu o nome Matriz FOFA, que significa Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. Ela é amplamente usada na etapa de elaboração de plano de negócios ou por empresas consolidadas que desejam verificar o seu grau de amadurecimento.

Como montar uma Matriz SWOT?

Esse modelo pode ser adotado por organizações de todos os portes, o que demonstra a sua efetividade na gestão da empresa. O objetivo é fornecer, ao empreendedor, os dados necessários para mapear potenciais problemas com o intuito de minimizar riscos e aumentar as chances de crescimento.

Para usar essa ferramenta, é preciso identificar os elementos internos sobre os quais a organização tem influência, bem como os aspectos externos que a afetam e estão fora do seu controle. Embora empreendedores tenham a tendência de avaliar o negócio de forma otimista, é fundamental que a análise seja o mais imparcial possível.

Fazer essa avaliação é uma tarefa de autoconhecimento e, como tal, deve ser direta e objetiva. Portanto, vamos tratar de cada um desses fatores.

  • Forças ou Strengths

Para mapear as forças, é necessário listar todas as características internas que representam os pontos fortes da empresa. São as vantagens competitivas que ajudam a atrair clientes e conquistar oportunidades.

Por exemplo, quando consideramos estabelecimentos comerciais, uma boa localização com bastante tráfego de pessoas é um atrativo para aumentar o volume de vendas. As empresas que dispõem de diferenciais exclusivos no mercado também conquistam um alto nível de destaque, que não é replicado facilmente pela concorrência.

  • Oportunidades ou Opportunities

Aqui está o aspecto positivo no ambiente externo do negócio. Nesse cenário, a empresa não tem controle sobre os fatores, mas é beneficiada pela sua existência. Porém, é preciso tomar cuidado para enumerar oportunidades que, de fato, favorecem a empresa.

Uma isenção fiscal ou o acesso a ações de fomento econômico tem relação direta com o desempenho do negócio. Além disso, é possível mensurar a redução de custos com o pagamento de tributos ou o acesso de linhas de crédito destinadas a empresas de um ramo ou porte específico.

  • Fraquezas ou Weakenesses

Já as fraquezas são as questões internas que colocam a empresa em uma posição desfavorável perante os clientes e a concorrência. Logo, a função do empreendedor é adotar medidas imediatas para corrigir e minimizar esses pontos negativos.

fale com um especialista syhus

Um dos exemplos mais comuns é a identificação de problemas de ordem financeira, quando não há capital de giro disponível para arcar com as obrigações e manter as contas equilibradas. Essa situação pode ser avaliada a partir do fluxo de caixa, que demonstra a relação entre entradas e saídas.

  • Ameaças ou Threats

As ameaças são compostas por uma lista completa de problemas externos que podem impedir o sucesso da empresa. Inclusive, essa análise trata não somente de questões atuais, mas de imprevistos que podem ocorrer e causar impactos negativos.

As ações da concorrência aparecem entre as principais ameaças. Contudo, mudanças que geram o aumento dos custos ou afetam a experiência dos clientes também representam riscos.

Há casos em que alterações na carga tributária tornam a operação mais onerosa. Já a falta de profissionais qualificados afeta o produto final e o atendimento que o cliente recebe. Ao gerar insatisfação, a empresa está sujeita a enfrentar problemas que ocasionam a perda de mercado.

Quais são as vantagens da análise SWOT?

A análise SWOT representa uma metodologia que foi desenvolvida para que empreendedores e gestores possam realizar uma avaliação simples e objetiva sobre a situação da empresa.

Além de mostrar como se aplica na prática, listamos também as vantagens da implementação.

  • Fornece visibilidade sobre o processo

Estimativas realistas são a chave para tomar decisões cada vez mais acertadas na gestão da empresa. A Matriz FOFA desempenha esse papel porque fornece uma visão ampla e precisa sobre o cenário no qual a empresa se encontra.

A metodologia precisa ser adotada dessa forma para que o empreendedor não perca o foco por causa das suas expectativas sobre o que a organização poderia ser. Com isso, é possível traçar o seu posicionamento estratégico e seguir essa referência para planejar ações futuras.

  • Melhora a qualidade dos produtos e serviços

Como falamos, essa análise se dedica à avaliação de como os clientes percebem os produtos e serviços oferecidos pela empresa. Além desse feedback, que permite a implementação de melhorias, há a possibilidade de descobrir tendências de consumo.

Esse conhecimento é fundamental para identificar o que o mercado está procurando. Inclusive, é possível testar novas ideias e acertar detalhes para alinhar a oferta às expectativas de potenciais clientes.

  • Ajuda a priorizar ações

Saber qual é a situação atual da empresa é apenas o primeiro passo. A partir das informações coletadas, é necessário desenvolver melhorias que possam diminuir o impacto dos desafios identificados.

A prioridade é tratar os elementos internos sobre os quais a empresa pode intervir e otimizar com iniciativas desenvolvidas para esse fim. Além de extrair os benefícios das forças, há o potencial de reduzir as fraquezas e usar essa oportunidade para ajudar o negócio a crescer.

O uso da análise SWOT não fica restrito apenas a grandes corporações. A sua simplicidade faz com que pequenos e médios empreendedores considerem o seu uso e conquistem resultados significativos. Agora, você já sabe como colocar em prática e pode dar esse passo em busca de melhorias na gestão.

A análise SWOT é um dos vários conteúdos que desenvolvemos para você. Se quer ter acesso a mais postagens, me conta aqui, quais assuntos você tem interesse em receber. Siga-nos nas nossas redes sociais: Facebook, Linkedin, Youtube e Instagram.

fale com um especialista syhus

Comentários